Por que a gestação dura 40 semanas, 9 meses, 9 luas?

Isso é muito importante esclarecer logo no comecinho do pré-natal. É tanta data daqui e dali e tanta gente falando datas diferentes ao longo de toda gravidez, que na cabeça da grávida fica uma bagunça.

 

Acontece o seguinte: todas as grávidas contam as semanas da gestação, a partir do dia em que engravidaram, ou seja, em torno de 14 dias depois da última menstruação. Nós obstetras contamos a gestação desde a data da última menstruação, pois se conta o ciclo hormonal inteiro (mesmo sabendo que a paciente não estava grávida e sim menstruada), pois foi nesse ciclo hormonal que a gravidez ocorreu. Outra coisa, a gestação é marcada por 9 luas e o nosso calendário as semanas são solares, ou seja, uma semana é igualzinha a outra. As fases da lua não mudam certinho de 7 em 7 dias. Às vezes levam 7 dias e algumas horas ou 8 dias e isso faz diferença de alguns dias lá na frente chegando a completar então as 40 semanas (mas não são 10 meses). Duas semanas da pré-concepção que já são contadas e diferenças de dias na mudança de uma fase da lua pra outra, que não ocorre certinho de 7 em 7 dias.
 
Além disso, é preciso entender que o ultrassom (US) cada hora fala uma data diferente. Isso acontece porque o esse método se baseia nas médias das medidas de partes fetais (crânio, fêmur, abdome e outras) e os bebês vão crescendo de acordo com as características genéticas dos pais. Uns são mais compridinhos, mas magrinhos, mais gordinhos, etc... E isso vai mudando as medidas. 
PORTANTO ATENÇÃO: enquanto o bebê é um embrião, essas medidas não variam (ele ainda nem tem essas medidas) e o cálculo da idade gestacional é feito pelo comprimento crânio-caudal (da cabecinha ao bumbum) e como ele é muito pequenininho o erro pode ser de três dias pra mais ou pra menos!!! Mais tarde, com o bebê todo dobradinho no útero as medidas podem errar e a variação de data pode ser de três semanas pra mais ou pra menos. É por isso que cada ultrassom dá uma data provável do parto diferente da outra. O ultrassom enquanto o bebê é embrião é importante pra idade gestacional. É o mais confiável. E os ultrassons que se faz quando o bebê já é feto, são mais pra avaliar o desenvolvimento fetal, o líquido amniótico, a placenta, o cordão, o peso fetal, a posição fetal, o colo do útero, etc.
 
Chamamos o concepto de embrião até 12 semanas. Depois disso é chamado de feto.
 
CONCLUINDO: A DATA DO PARTO É CALCULADA PELO PRIMEIRO ULTRASSOM, feito num embrião com erro de até seis dias apenas. Não importam as datas que os próximos ultrassons mostrem para o parto. O PRIMEIRO ULTRASSOM É QUE MANDA!!!!!!!!!